Residência Jundiaí

O projeto da Residência Jundiaí ocupa um lote em área residencial próxima a Rodovia Anhanguera, importante via de ligação entre a capital de São Paulo e a cidade de Jundiaí.

O projeto divide o programa funcional da residência em dois pavimentos, um semi-enterrado de serviços e outro que agrega todos os espaços sociais e íntimos. No semi-enterrado encontramos garagem, lavanderia, depósito e um pequeno pátio com jardim seco. No pavimento superior, em cota térrea, os espaços sociais e a ala íntima dos dormitórios se agrupam ao redor de um pátio delimitado em seu perímetro por um fechamento envidraçado. Na ausência de uma paisagem urbana ou natural relevante nas cercanias do lote, decidiu-se pela composição de um jardim no centro da residência.

O jardim tropical enclausurado no interior da residência se encontra como que em um recipiente de vidro, um cadinho de grandes proporções que guarda uma amostragem da natureza tropical. Esse espaço a céu aberto permite a observação da passagem do tempo através de um fragmento da vida natural com ecossistema e microclima próprios. Variação da incidência solar ao longo do dia, chuvas tropicais, fluxos de ar que movimentam as largas folhas da vegetação ali presentes podem ser contemplados a partir do conforto do interior doméstico.

Em um dos estudos desse projeto se previa a utilização da cobertura da residência como uma plataforma de observação do horizonte emoldurado pela Serra do Japi, marco geográfico natural dessa região do interior de São Paulo.

Construtivamente a Residência Jundiaí é projetada em estrutura de concreto com laje de cobertura apoiada em pilares e empenas estruturais. A estrutura de concreto moldada in loco recebe como acabamento final pintura na cor branca de modo a atribuir leveza à textura artesanal resultante da concretagem.

  • Ano: 2010
  • Localização: Jundiaí, SP | Brasil
  • Área: 250,00m²
  • Autores: Guile Amadeu e Rodrigo Lacerda
  • Equipe: Guile Amadeu, Rodrigo Lacerda e Daniele de Souza
voltar aos projetos